HU-2 Segundo Esquadrão de Helicópteros de

Emprego Geral

 

O Segundo Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (HU-2), Esquadrão Pegasus, foi criado pelo Decreto nº 93.274 em 18 de setembro de 1986 e ativado em 25 de fevereiro de 1988, com sede na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia (BAeNSPA). Está capacitado para as mais diversas missões, principalmente o transporte de cargas e de tropa, esclarecimento aéreo, lançamento de paraquedistas e de mergulhadores de combate, guarda de aeronaves no NAe São Paulo, busca e salvamento (SAR), evacuação aeromédica (EVAM) e transporte VIP. A sua missão é “Aprestar os meios no cumprimento das tarefas que lhe são inerentes no âmbito das Operações Navais, a fim de contribuir para o preparo e aplicação do Poder Naval”.

 

Aeronaves

 

Desde a sua criação o Esquadrão Pegasus utiliza os helicópteros Eurocopter UH-14 Super Puma e Cougar. O AS332F1 Super Puma e o AS532F1 Cougar são tecnicamente iguais por isso ambos recebem a denominação UH-14 na Marinha do Brasil. Equipados com duas turbinas Turbomeca Makila com potência máxima de 1.870 shp cada uma, os UH-14 possuem sofisticados equipamentos de bordo, tais como: computador de bordo Nadir Mk.2, radar Doppler, Flight Direct Coupler FDC 155 SFIM e radar meteorológico Bendix 1400C, que permite realizar voos sob condições meteorológicas adversas, identificando alvos mesmo sobre o mar agitado. O peso máximo de decolagem é de 9.000 kg, com uma carga útil de 2.000 kg e carga máxima de decolagem de 4.500 kg. Sua versatilidade, força, robustez e segurança originaram o apelido de Pegasus, o cavalo alado da mitologia que foi adotado como símbolo do Esquadrão HU-2.

 

No dia 20 de dezembro de 2010, como parte do Programa H-XBR, a Marinha do Brasil recebeu o primeiro Helibras (Eurocopter) EC725 Super Cougar. Equipados com dois motores Turbomeca Makila 2A1 com 2.415 shp de potência cada, torretas FLIR (Forward Looking Infra-Red) e modernos sistemas de navegação, os EC725 receberam a designação UH-15 e UH-15A mas mantiveram o nome Super Cougar, devendo substituir gradativamente os UH-14 Cougar e Super Puma.

 

O UH-15A possui a configuração operacional, pois além da torreta FLIR (Forward Looking Infra-Red), possui sistemas de autoproteção com lançadores de chaff e flare, RWR (Radar Warning Receiver), LWR (Laser Warning Receiver) e MAWS (Missile Approach Warning System), além de um radar de busca Telephonics APS-143V OceanEye no radome sob a parte dianteira, TDMS (Sistema de Gestão Tática de Dados) e dois mísseis MDBA AM 39 Exocet. A previsão é que todos os UH-15 sejam modernizados para o padrão UH-15A.

 

 Em 01 de janeiro de 2014 a Eurocopter foi extinta e nasceu a Airbus Helicopters, como parte do Airbus Group (que antes era EADS).

 

Fonte: SPOTTER / Comando da Marinha

 

RETORNAR