REVO sobre Brasília

Passe o mouse sobre a imagem para identificação e clique sobre ela para ver maior.

O KC-137 FAB 2401 realiza as atividades de transporte e reabastecimento em voo, além de atuar como aeronave de reserva nas viagens presidenciais - Foto: Equipe SPOTTER O KC-137 está equipado com casulos para reabastecimento em voo na pontas das asas - Foto: Equipe SPOTTER Na ponta do casulo existe uma pequena hélice que aciona o motor do sistema que desenrola a mangueira - Foto: Equipe SPOTTER Na parte traseira do casulo fica a cesta onde a aeronave que vai ser reabastecida conecta a sua sonda, liberando o combustível - Foto: Equipe SPOTTER
O Boeing KC-137 está equipado com quatro turbinas Pratt & Whitney JT3D - Foto: Equipe SPOTTER Com o peso máximo de decolagem, as portas do trem de pouso principal quase tocam o chão, obrigando a aeronave a alijar uma boa quantidade de combustível caso tenha que retornar imediatamente após a decolagem - Foto: Equipe SPOTTER Os tripulantes do Esquadrão Corsário acertam os últimos detalhes antes da decolagem - Foto: Equipe SPOTTER Emblema da Quinta Força Aérea no estabilizador vertical do Boeing KC-137 - Foto: Equipe SPOTTER
O Boeing KC-137 no pátio da Base Aérea de Brasília - Foto: Equipe SPOTTER O colaborador do SPOTTER, André Luis Cirqueira de Freitas dentro do FAB 2401 - Foto: Equipe SPOTTER Cabine de comando do FAB 2401 - Foto: Equipe SPOTTER Decolando do Aeroporto Internacional de Brasília - Foto: Equipe SPOTTER
Após alguns minutos de vôo, o KC-137 estende as suas mangueiras e começa a voar em círculos, aguardando a aproximação dos Tiger II - Foto: Equipe SPOTTER Os Tiger II se posicionam para a passagem sobre o desfile militar - Foto: Equipe SPOTTER As aeronaves descem rapidamente para a área do desfile, sempre mantendo a formação - Foto: Equipe SPOTTER Após a passagem, as aeronaves se afastam ganhando altura novamente - Foto: Equipe SPOTTER
Agora os Tiger II precisam receber combustível de verdade, para poderem seguir viagem para sua base em Canoas - Foto: Equipe SPOTTER O reabastecimento em rota é uma prática comum na FAB, proporcionando mais rapidez e economia de recursos, pois as aeronaves não precisam ficar circulando enquanto reabastecem - Foto: Equipe SPOTTER Northrop/Embraer F-5EM Tiger II do Esquadrão Pampa - Foto: Equipe SPOTTER O Tiger II se aproxima para seu primeiro contato - Foto: Equipe SPOTTER
Com o reabastecimento em voo, os Tiger II tem a sua autonomia aumentada indefinidamente, por isso o tempo máximo de uma missão depende apenas da resistência do piloto - Foto: Equipe SPOTTER O KC-137 oferece a vantagem de poder reabastecer os caças em velocidades e altitudes bem mais altas do que o KC-130H Hercules - Foto: Equipe SPOTTER Após o reabastecimento, os Tiger II se posicionam no lado esquerdo do KC-137, iniciando o afastamento - Foto: Equipe SPOTTER Pousando no Aeroporto Internacional de Brasília - Foto: Equipe SPOTTER

 

No dia 7 de setembro de 2006, a Força Aérea Brasileira realizou uma missão de reabastecimento em voo simulado sobre Brasília, como parte do desfile militar em comemoração aos 184 anos da Independência do Brasil. Na missão, foram utilizados um Boeing KC-137 do Esquadrão Corsário e os caças Northrop/Embraer F-5EM Tiger II do Esquadrão Pampa. A equipe do SPOTTER participou do sobrevoo da Capital Federal e da missão real logo após, onde os Tiger II foram reabastecidos na viagem de volta para a Base Aérea de Canoas, no Rio Grande do Sul.

 

Copyright © www.spotter.com.br - Reservados todos os direitos - All rights reserved